Igreja Centrada no Evangelho

fonte/autor: Pr. Elias Neves de Souza – Pastor Titular da Igreja Batista do Cambuí

Anualmente escolhemos para a nossa igreja um tema nos qual pautamos as ênfases que daremos no ensino e pregação da igreja durante todo o ano. Em 2018 vamos continuar abordando o tema: Igreja Centrada no Evangelho.

Dentre os temas até agora abordados este é o mais abrangente, pois enfatiza que o evangelho precisa ser central em tudo o que somos e em tudo o que fazemos como igreja. Na verdade, vamos por meio do ensino da Palavra de Deus, mostrar como o evangelho precisa estar no centro das nossas vidas e no centro da vida da nossa igreja.

O que exatamente queremos dizer quando usamos a palavra Evangelho? Esta é uma questão que precisamos esclarecer antes de falarmos de Igreja Centrada no Evangelho ou Vida Centrada no Evangelho.

Evangelho é uma expressão que a igreja usa muito, no entanto, sem compreender plenamente seu significado e implicações. Paulo aos Romanos (1:16) diz que o evangelho “é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê”.

Quando Paulo fala de salvação ele está falando não apenas do ato da conversão. Salvação é um termo abrangente que inclui três tempos: passado, presente e futuro.

Salvação: No passado fomos salvos da pena do pecado (justificação), no presente estamos sendo salvos do poder do pecado (santificação) e no futuro seremos salvos da presença do pecado (glorificação).

Assim Paulo descreve a salvação em sua carta a Tito (2:11-14-BLH): “Pois Deus revelou a sua graça para dar a salvação a todos. Essa graça nos ensina a abandonarmos a descrença e as paixões mundanas e a vivermos neste mundo uma vida prudente, correta e dedicada a Deus, enquanto ficamos esperando o dia feliz em que aparecerá a glória do nosso grande Deus e Salvador Jesus Cristo. Foi ele quem se deu a si mesmo por nós, a fim de nos livrar de toda maldade e de nos purificar, fazendo de nós um povo que pertence somente a ele e que se dedica a fazer o bem”.

Uma Igreja Centrada no Evangelho aplica as verdades e os padrões do evangelho a cada área ministerial: ensino, pregação, missões, ministérios com faixas etárias, discipulado, liderança e demais áreas da igreja.

Ser uma Igreja Centrada no Evangelho consiste em dar forma a toda a nossa vida da igreja e atividades pelo conteúdo de e imperativos do evangelho.

Desejamos ser Igreja Centrada no Evangelho, mas para isto é preciso que a vida de cada membro da IB do Cambuí também esteja centrada no evangelho.

Minha oração e empenho é que a reflexão sobre este tema promova uma renovação espiritual. Que Centrada no Evangelho seja o resgate dos efeitos transformadores do evangelho para a nossa vida pessoal e eclesiástica.

Nós, da IB do Cambuí, entendemos que era hora de abandonarmos toda e qualquer burocracia e complexidade desnecessária e aderirmos à simplicidade em nossa estrutura e processos. Simples não significa algo fácil ou que não exige esforço. Pelo contrário, requer foco, planejamento, perseverança.

Segundo Thom S. Rainer e Eric Geiger uma igreja simples “é focada na transformação espiritual de seus membros e tudo que realiza (programas, eventos, organizações) tem como objetivo produzir oportunidades de crescimento espiritual”.

Os quatro elementos do processo ministerial da Igreja Simples são: clareza, movimento, alinhamento e foco. Detalhes sobre cada um destes elementos podem ser encontrados no livro Igreja Simples que foi publicado no Brasil em 2011 pela Editora Palavra.

Nós, da Igreja Batista do Cambuí, assumimos então o compromisso com a simplicidade. Todas as nossas atividades visam conduzir pessoas a Cristo, investir em seu crescimento espiritual e equipá-las para o ministério.